Pesquisa personalizada

sexta-feira, setembro 28, 2007

O fantástico mundo de Akiane.

Ela pintou o quadro ao lado aos 08 anos de idade.

Nascida em Illinois, Estados Unidos, decendente de Russos e Lithuanos a garotinha que é chamada de Akiane é considera um verdadeiro gênio das artes.

Hoje com 12 anos de idade ela já realizou trabalhos incríveis, pinturas, poemas e escreveu dois livros.

Dotada de um talento incrível e uma mente brilhante esta pequena garota vêm impressionando o mundo em sua volta.

Ela mesma define sua arte como Akianismo, onde o mundo que ela criou em pinturas e desenhos vêm de imagens de sonhos que ela teve. Tudo remete a natureza e a Deus, e não pense que ela foi forçada a crer que esse talento vêm de Deus, na verdade sua mãe não têm religião e não acredita em Deus como o cristianismo prega, mas acontece que Akiane acredita nisso, acredita piamente e se diz inspirada por Deus quando desenha, pinta ou escreve seus poemas.

A arte da menina realmente impressiona, existem vídeos na rede que mostram ela pintando quadros do começo ao fim pra quem duvidar. Abaixo você pode conferir uma matéria da CNN sobre Akiane e sua arte:



E eu fico pensando com os meus botões... "Ela já fez tanto em tão pouco tempo e me parece que fiz tão pouco em tanto tempo. Afffff"

Se eu tivesse nascido um gênio com certeza já tinha feito mais. hehehee ;o)

Mais informações sobre Akiane e suas obras em: www.artakiane.com

Fui!

6 comentários:

Rossi disse...

Impressionante, eu mesmo fiquei completamente deslumbrado, não só com a arte, mas como ela defini seu próprio estilo.

Marcel Campos disse...

É incrível. Na matéria diz que ela se interessou por Piano à uns 2 meses atrás e hoje já está compondo suas próprias músicas.

luma disse...

Ah! Será esse talento vindo de outras vidas? Nessas horas o ceticismo vem à prova! Beijus

Marcel Campos disse...

Hummm... produndo o comentário luma.

Otto Klaus disse...

AHHHHHHHH

PARA COM ISSO CARA! HAHAHAHAHA

QUE ABSURDO!

Marcel Campos disse...

Punk né! Me senti um completo inútil depois que vi os trabalhos desta menina prodígio.

Defoder.